2010-06-08

Parado, a chuva teima em cair na Primavera, ouço-a rir das vozes "isto é tempo para este tempo?", os carros empurram a água da estrada contra o passeio e ali, de repente, já eu sou barra, a estrada mar e o areal o estendal onde deixo a secar as folhas breves que escrevi e ainda não as sei, por serem apenas minhas.

1 comentário:

IMaria disse...

aqui não choveu. a primavera também engana a gente, é mentirosa.

fica bem.

isabel.