Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2006

Uma coisa

Quero que saibas uma coisa. Vocês experimentam sentimentos como a saudade, distância, esquecimento, apenas porque vivem dentro dessa grande amálgama retorcida à qual chamam realidade. Na verdade, depois de dissipado esse nevoeiro (criado por vocês), só sentirão amor, ou Amor. Aí, meu amigo, não existirá espaço para mais nada, está completamente distante daquilo que possas imaginar... E suportar... Com calma, os espaços em branco que existem no teu peito, serão preenchidos por algo que une tudo, mesmo os pontos mais extremos do Universo. Sensações e ilusões como distância, saudade, relações familiares, tudo será envolto, reunido, como num grande puzzle, sei que podes não compreender, mas está perto. Até lá, tem paciência.

Hipnagogia

Pousei os meus passos no muro de onde eu fitava os sonhos e sorri, despi-me da nudez e entreguei-me à noite plácida e altiva, antes que o céu caísse. O olhar deixei-o incólume, apenas enublado esporadicamente pelas claras águas da imensidão, que tingem como quem respira. Voltei-me e vi ao longe a minha figura que chegava, ladeada de sonhos e prospectos onde se anunciava a partida. Tinha já um pé sobre o muro e um outro sustendo um mundo ausente. Respirei uma única vez, inalei resquícios de vazio temperados com nadam e nas folhas vazias ficaram uns sonhos que à sombra da vida respondi, talvez...

Reencontros

Imagem
A vida é isto mesmo, simples e complexa, um contínuo paradoxo... Pelo menos comigo é, variável, flutuável quando não afunda :) Pena não ter tempo (até tinha, se não dormisse...) para escrever muito do que tenho vivido nestes últimos dias (desde domingo)... O tema é o reencontro... E tem sido assim, reencontrar pessoas e memórias... E ver nascer sonhos, recordações que pensava já nem possuir de tão guardadas que estavam... Apercebo-me que sou muito feliz, que o quadro da minha vida é belo, mesmo quando as cores teimam em fugir...