2014-02-17

Mif

O espelho de água.
Nada se procura quando não se deseja encontrar.
Ter geladas as mãos.
Entre tudo o que arde,
Molhar o corpo na multidão.
Findar o início de um término
Iniciando um movimento, molhado.
Multiplicando de mim o eu que não termina.

Sem comentários: