2013-04-22

Há um dia em que o Sol nasce por entre duas montanhas, ainda de noite, para ver à sua luz o que de tão tenebroso acorrenta os sonhos. 
Vi, há tempos de outros tempos, tempos com amor lá dentro. 
Parece-me que, hoje em dia, a sociedade tem um pouco mais de só no ciedade.

Sem comentários: