2016-10-26

Aguardo-me
vindo
vivo
do restolho que o verso colheu
porque brota das mãos
o regadio
nalguém
talvez eu
.

Sem comentários: