2015-08-18

Não te distraias agora noite, trouxe o silêncio para nossa companhia.
Se abandonado fosse, fazia-te poesia.

Sem comentários: