2015-05-16

Tens as minhas palavras
em tudo o que te falo
não calo
as partituras do som que silencio
os caminhos que sigo por seguir
sem destino ou cama onde dormir
nunca pensar, um dia, por ser
em tudo o que te falo
aquilo que calo
é tudo o que me peço para dizer.

Sem comentários: