2015-01-15

Afogar-me-ia num mar tumultuoso se isso parasse a sanilidade das lágrimas que tempestuam o teu sorriso.

Sem comentários: