2014-06-02

Vejo as nuvens a aproximarem-se lentamente, como se fossem o lençol que me vai tapando com ternura maternal. Falta o aconchego da almofada, mas a Lua só nascerá logo.
Eu espero.
Uns milénios mais são nada para quem tem um infinito como leito.

Sem comentários: