2014-02-18

A(mo)r

Vejo o mundo pelos teus olhos semi cerrados, talvez por isso todas as manhãs me saibam a orvalho, que só se dissipa quando depois desta manhã de nevoeiro, surge a tarde de solheiro em forma de sorriso nesses teus lábios cor de arco íris.

Sem comentários: