2013-12-23

Ainda que nos possam separar distâncias, idades, credos ou ideologias, desejo, nesta quadra natalícia e em todas as quadras da vida, o aconchego do amor da família e dos amigos, o doce sabor da certeza de sermos pequenas centelhas que iluminam a árvore da vida, temperados pelo ameno toque que todos temos quando nos lembrarmos de sermos nós mesmos.
Há anos nascia alguém que nos veio lembrar que todos somos importantes. Lembremo-lo também se não sempre pelo menos hoje.

Sem comentários: