2013-06-03

Vê os dias,
correm-se sem que tu te levantes,
porque hás-de ser mais que as tuas feridas?

Sem comentários: