2013-05-19


Oh futuro, 
quem se separa de ti por um muro,
longe pelo abrigo
que se faz a cada cavernosa ausência
que se busca, num suspiro.

Sem comentários: