2012-09-16

Entre o hoje e o agora, és livre para te libertares. Ninguém é mais, nem menos, do que aquilo que é.

Sem comentários: