2011-04-17

FaDo

Transporto vários punhados de nuvens
que semeio escondido
nas memórias entrelaçadas
de um puto de ilusão vestido.
Caminho a teu lado
no doce sabor de uma surpresa,
aprendo a sorrir como quem reza
e se espanta com o negrume do fado
cantado
por uma guitarra presa.

Sem comentários: