2010-10-18

Musgo

Vou saltando de pedra em pedra. O musgo ainda não cresceu. O rio corre mais cheio, tem melhor cara agora que nos dias quentes de Verão. Há qualquer coisa de criança em mim. Sei que do lado de lá, para lá dos canaviais e das margens barrentas, está o meu lar. Vou saltando de pedra em pedra. O musgo ainda não cresceu. Mas eu já e continua a caber em mim o Universo.

Sem comentários: