2010-08-31

Dor mência

É na cal da dormência azul
que te solto à vida.
No tempestuoso fio de ariadne
que se partiu
quando encontrei a saída...

Sem comentários: