2010-05-05

Desconhecer

Soubesse-me o Sol mundo

já prostrado à sombra
de uma verdade que floresce
Primaveria uma forma de vagabundo
às estradas que se esquivam
aos caminhos que se erguem
agora
que um outro aflora.

Sei-me
em mim e pelo universo fora
e no entanto as fábulas urdidas
fazem-me respiração
e um mundo de Sol que se sabe
desconhecer.

1 comentário:

Sonhos Sonhados disse...

Zé Miguel

..."Sei-me
em mim e pelo universo fora...",
linda
e
harmoniosamente escrita a tua Palavra!

xis létinha